sexta-feira, 13 de maio de 2011

"Os dois lados da minha vida"


Rick


É tão bom ouvir sua voz me dizendo que vem me ver e, mesmo que seja por pouco tempo, a felicidade toma conta do meu coração.

Escrevo esta cartinha para dizer-lhe o quanto te amo, mas que esse pouco que posso ficar com você agora já não me satisfaz.

Esses momentos em que estamos juntos, que trocamos carinhos, que nos amamos intensamente me fazem delirar. Como seria bom se o tivesse conhecido um tempo antes e que tudo fosse diferente. Que o pudesse amar livremente e dizer a todos os cantos que você é o grande amor da minha vida.

São tão poucos os momentos que passamos juntos que procuro guardar cada detalhe para que possa suportar o tempo que ficamos sem nos tocar onde sinto muito a sua ausência.

Esse nosso amor proibido tem me deixado muito triste e não quero mais ter você só quando pode vim me ver. Cansei de ser a outra e receber só migalhas desse amor.

Quero ser a única na sua vida e que seja exclusivamente meu e se isso não for possível é melhor colocar um ponto final.

Não quero ter esses dois lados em minha vida. Um que estou super feliz ao seu lado e o outro em que me sinto péssima e sem vontade para nada. Fico arrasada sentindo um sentimento de culpa, um vazio, uma sensação de derrotada.

Acordei a tempo de poder enxergar que a minha vida é muito preciosa e posso estar sofrendo agora, mas logo vou estar bem e lutando pelo meu lugar ao sol.

Tenho conseguido outras realizações no lado profissional que tem me feito muito bem, mas sei que vai chegar um dia que vou querer ter um lar, filhos e para isso tenho que ficar livre desse amor impossível. Para mim agora é 8 ou 80 . Se não posso ter você totalmente para mim então não quero nada.

Escrever esta carta dizendo isso tudo pode parecer bobeira, mas estava com vontade de colocar no papel tudo que sinto e coloquei para fora tudo que estava guardado no meu coração.

Estarei bem e seguindo meu caminho em busca da minha felicidade e da realização dos meus sonhos de mulher e na certeza de que esta minha decisão vai ser boa para nós dois. A vida é uma caixinha de surpresas e nunca sabemos o que nos espera no amanhã.

Adeus para sempre

Isa


RSantos
42a. Edição Cartas
Pauta Bloínquês











imagem google

Um comentário:

  1. Fico feliz em te ver voltando a edição cartas depois do incidente da semana passada. Feliz mesmo, isto mostra que você compreendeu nosso lado. <o/

    Enfim, sua carta estava perfeita.
    Dentro do tema, criativa, ortograficamente correta...

    E agora te pergunto: quantas mulheres são exatamente iguais a sua personagem? Quantas vivem um amor meio termo? Que não chove e não molha? Haa, estas sim deveriam fazer como a Isa, e chutar o pau da barraca. Muitas vezes o que tem entre o 8 e 80 não bastam para a felicidade. é preciso recorrer ao 81...

    enfim, bom final de semana! Beijos.

    ResponderExcluir