sábado, 30 de abril de 2011

" O QUE FAZER ? "

Você agora está com outra cara e pronta para enfrentar mais um dia de trabalho.

É verdade o que não faz uma maquiagem e um bom banho não é?

Pareço uma boba falando comigo mesmo, mas se me faz bem porque não fazê-lo.

Só eu sei como é difícil colocar os pés para fora da cama e tenho que arranjar uma maneira de me animar. Existe pessoa melhor para se conversar e te entender do que você mesma?


Claro que eu sou a minha melhor amiga, companheira e confidente. 

Quando falo comigo mesmo estou falando com Deus também que é a minha força interior que alimenta a minha alma e me enche de boas energias.

Sei que em outros tempos acordava animada para ir trabalhar. Chegava à empresa encontrava pessoas alegres e todas satisfeitas porque lá todos eram reconhecidos e valorizados como profissionais.

É, mas na vida tudo tem seu tempo certo e aqui estou eu em outro País tentando aceitar a nova situação. Amo meu maridão e se casei é para estar com ele para o que der e vier.

Agora precisava ter que ser transferido para um lugar tão distante e tão diferente?
Não estou reclamando porque está sendo muito bom para ele profissionalmente. Oportunidades são para serem aproveitadas e fez muito bem em aceitar. Vai ser muito bom para o nosso futuro.

Falando em futuro pensei em filhos e que vontade de ser mãe. Poxa que bom seria estar agora com ele ou ela no meu colo, mas nem quero pensar agora nisso porque ainda nem me adaptei a viver aqui e imagina tendo um filhinho para cuidar.
Calma que seu dia vai chegar e vou ser uma super mãe.


Estou aqui esse tempo todo de cara neste espelho que nem olhei a hora passar. Agora vamos embora mulher que o dever te chama e tem algumas senhoras te esperando para ficarem lindas e formosas.

É quem te viu e quem te vê de secretária executiva passar a trabalhar em salão de beleza. O que fazer? Melhor isso do que nada e ninguém merece ficar à toa nesta terra.

Bem já vou. Fui!
RSantos

8ª Edição Alternativa
Tema: Monólogo
Projeto Creativité

sexta-feira, 22 de abril de 2011

A Comissão Avaliadora "

Vivi imensamente esses anos todos, cheia de disposição e energia, certa de que sabia tudo. Sempre achei que era dona da verdade. Comecei cedo a minha jornada de trabalho e estudo em busca de um crescimento pessoal almejando condições melhores como profissional.

Casei, constituí uma linda família com filhos, netos, sobrinhos que hoje enchem os meus dias. Consegui conquistar o meu espaço, enfrentar os desafios com coragem e dignidade. Entre erros e acertos, tristezas e felicidades segui minha vida da melhor maneira.

O tempo foi passando e comecei a ver que a vida não me proporcionou um “The End” onde tudo são flores. Cheguei à conclusão que todo o sucesso que alcancei não foi suficiente para evitar o tempo e a esperada aposentadoria. Como empregado do setor privado só me restou um salário de aposentado que não me permitiu manter o mesmo padrão de vida.

Tive que deixar de lado aquele sonho de descansar, viajar, diminuir o ritmo depois de tantos anos trabalhados. Abri os olhos de verdade para a triste realidade de que tenho que trabalhar para manter uma qualidade de vida.

Perto do fim, começo a pensar no início, a pensar em recomeçar. Começo uma nova luta só que com mais conhecimento, tranqüilidade e experiência profissional. Na busca de um caminho com  novas conquistas e na realização de novos sonhos vislumbramos a carreira pública como a possibilidade de crescimento e estabilidade de emprego.

Hoje estou sentada nesta sala, escrevendo esta redação, competindo por uma vaga e certa de que “nunca é tarde para recomeçar”.

A candidata

RSantos
39a. Edição  Cartas
Tema : Recomeçar
Projeto Bloínquês



18a. Edição cartas - Recomeçar
Repostagem  de 19/11/2010
no Laboratório das Cores
Imagens da NET

sábado, 16 de abril de 2011

" Tempos da infância "


                Saudades dos tempos da infância
                Que na cama da mamãe ia brincar
                Levando meus bichinhos de pelúcia
                Pulando de alegria e tudo bagunçar
                Para depois levar aquela bronca
                Saindo triste e magoada a chorar.



RSantos


7a. Edição Alternativa
Tema: poema de 6 linhas sobre a infância ou quando era criança . . .
Projeto Creativité





terça-feira, 12 de abril de 2011

" AMOR É . . . "


AMOR É SAUDADE
AMOR É FAMÍLIA
AMOR É FELICIDADE
AMOR É ALEGRIA.

RSantos

16a. Edição Foto Frase
Tema: Amor
Projeto Creativité

segunda-feira, 11 de abril de 2011

" Sempre serei feliz por amar você "


Quando eu não estou com você, é como se eu não estivesse comigo

O tempo passa e a vida segue seu caminho sem nenhum sentido
Sem roteiro e nem direção procuro te encontrar nesse vazio.

Quando eu não estou com você, não me disseram como fazer
Preciso saber como proceder para esse amor não perder
Para continuar vivendo sem precisar chorar e de amor sofrer.

Quando eu estou junto de você, meu coração vibra de alegria
Lindas tardes alegres passaram abraçadinhos deitados na grama
Tudo fica mais bonito porque você é a razão da minha vida.

Quando eu estou junto de você, parece que vivo a sonhar
Você é tão especial que não quero desse sonho acordar
Para estar sempre junto de você não vou mais brigar.

Sempre vou sorrir para você

Sempre vou estar com você
Sempre serei feliz por amar você.

RSantos

65a. Edição Música
Pauta OUAT

repostagem 
com adaptações
.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

" Quero minha mãe"

A casa estava escura, no vento forte a chuva desabou os vasos que estavam no parapeito da janela e parecia que o mundo estava desmoronando. Estava sozinha em casa e corri para o meu quarto esperando que meus pais chegassem logo.

Achava que já era dona do meu nariz e que mais um ano estaria completando dezoito anos, mas nessas horas não queria saber de maioridade e sim do chamego do papai e do colinho da mamãe.

Tinha pavor do barulho dos trovões e dos relâmpagos. A casa sem luz , tudo as escuras era um patinho fora d'água. Vivendo no mundo da internet o que mais poderia fazer no escuro do que ficar pensando em assombração.

Para chegar no quarto fui me arrastando pela escada que era um breu só. Estou deitada na cama e dela ninguém me tirava.

Estava tão nervosa que comecei a chorar e dizendo:
- Quero minha mãe !!! Mãe chega logo que estou com medo.!!!!

E ali fiquei até pegar no sono e quando acordei parecia que tudo não tinha passado de um pesadelo. O dia estava claro, não chovia mais lá fora e o cheirinho do café que estava entrando pelo quarto me deixou tão feliz porque sabia que a mamãe estava lá na cozinha preparando um delicioso café da manhã.


RSantos

62a. Edição Musical
Projeto Bloínquês
Imagem NET